Raciocínio Lógico

Médio 

8) Um pai, não pretendendo dividir seus bens, põe dois filhos à prova: que cada um apanhe um cavalo e o dono do último que chegar à Meca ficará com tudo. O filho F1 tomou o cavalo C1. O filho F2 tomou C2. Anos depois nem F1, nem F2 chegaram à Meca. Na busca de uma solução procuraram um juiz. Sem contrariar a vontade do pai, os dois saem disparados buscando o primeiro lugar. Qual a solução proposta pelo juiz? 

Resolução:

O detalhe mais importante da pergunta, para solucionarmos este problema, é ver exatamente o que diz: "Cada um apanhe um cavalo e o DONO DO último CAVALO que chegar à Meca ficará com tudo". Por esse texto, podemos entender que ficará com tudo o dono do último cavalo que chegar à Meca e não o último filho que chegar à Meca. Como cada um saiu em cima de seu cavalo, a princípio o último cavalo que chegasse levaria junto o dono, que chegaria por último e ganharia tudo.

Mas o juiz deve ter proposto o seguinte: troquem os cavalos! 

Assim, estando o F1 no C2, se ele chegasse primeiro, o F2 chegaria por último com o cavalo C1. E como o cavalo C1 seria o último a chegar, quem levaria tudo era o F1, pois quem tem que chegar por último é o cavalo, e não o dono. Assim, os dois saíram em disparada para chegar primeiro, fazendo com que seu cavalo, que estava com o outro filho, chegasse por último e ele ganhasse tudo.